sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Alcançar . . .







O triste perdão por nao ter compartilhado a dor contigo.



Dedicatória a Aninha e sua Vózinha



(in mem.)



Alguns sonhos vivem para sempre no tempo

Aqueles sonhos, que você anseia com todo coração.
E eu farei o que for preciso
Seguir adiante com a promessa
que fiz Colocar tudo por água a baixo

O que eu esperava, finalmente estaria la
Se eu pudesse alcançar, mais alto

Só por um instante tocar o céu
Deste único momento em minha vida
Eu vou ser mais forte

Saiba que eu fiz o que pude
Eu colocaria meu espírito a
eu pudesse alcançar.
dias são destinados a serem lembrados

Aqueles dias em que nos elevamos às estrelas
Então, você prosseguirá com adistância dessa vez.
Vendo mais a altura, eu me elevo
Que por mais que eu acredito

Tudo mais desse sonho acabou.








5 comentários:

Anônimo disse...

Olha so o tio Gui um futuro poeta !
bonito texto:
Bjs do alem

Simplesmente *Ana* disse...

Menino foi de sua autoria?????????

nossa muito legal gostei, mas os sonhos não podem nunca se acabar,alcançar o sonho é a consequencia do caminho que fizemos para alcançar...

Ah eu já falei Guinho que não precisa pedir desculpas, nem perdão, vc compartilhou este momento comigo sim da sua forma, vc sabe disso!!! muito grata pelo carinho!!!!

bjus e brilho das estrelas no coração!!!!

Jhow Carvalho disse...

Oi Hugo tudo bem? Que legal essa atitude de escrever um poem´pra Aninha e pra sua vó, e aliás que poema lindo Guinho como você anda ispirado ultimamanete.Abraços

Salamandra disse...

Olá

passei por aqui e fiquei verdadeiramente impressionada.

Belo poema e com um profundo sentimento.Parabéns

Um abraço de alma

Salamandra

Jhow Carvalho disse...

E ai Guinho cade vc? Vc naum disse que ia comentar no meu blog to esperando até agora...vou te linkar...